Archives abril 2021

Alterar firmware original do LinkSys WRT54G para versão DD-WRT

Alterar firmware original do LinkSys WRT54G para versão DD-WRT

INSTALAÇÃO

AVISO – O DD-WRT não foi originalmente projetado para ser carregado em uma unidade WAP. Verificou-se que ele funcionará, mas é uma unidade complicada de carregar e funcionar corretamente. Abaixo está uma compilação de métodos / instruções para ajudá-lo a criar uma unidade WAP carregada com DD-WRT. CARREGUE POR SUA PRÓPRIA CONTA E RISCO.

A reinicialização total não funciona neste dispositivo, portanto, não é possível limpar a NVRAM usando o botão de reinicialização. Isso pode ser problemático se uma redefinição for necessária para acessá-lo. Se isso acontecer, reinstale o firmware Linksys usando o método tftp e, em seguida, reinicie-o.

ALTERAÇÕES DE ENDEREÇO ​​MAC

Se você realmente deseja que seu WAP tenha o endereço MAC correto ao inicializar, existem 2 métodos … um simples, mas não permanente, e outro não tão simples, mas permanente.

Metodo 1

Somente versão V1.x

Na guia Administração-> Comandos, digite:

nvram set et1macaddr= <seu endereço MAC menos 1 aqui> (devido à troca de porta) (exemplo: 00:11:22:33:44:54)

nvram commit

Execute e salve como inicialização …. agora reinicie a unidade para que o novo MAC tenha efeito.

Para unidades V2 – Esta versão da unidade tem um sinalizador de placa-mãe exclusivo e deve ser reconhecida como um WAP na guia Status.

Para alterações de MAC em um V2.0- V3.x – siga o mesmo passo acima, exceto substitua o et1macaddr por et0macaddr e não use o menos 1, use seu endereço MAC real. (ou seja, 00: 11: 22: 33: 44: 55)

Será necessário inserir novamente se você fizer uma reinicialização a frio (como ao fazer atualizações de firmware).

Exemplo de script de inicialização para um V1:

 nvram set et1macaddr=00:11:22:33:44:54

 nvram set boardnum=2

 nvram commit

Exemplo de script de inicialização para um V2.0:

 nvram set et0macaddr=00:11:22:33:44:55

 nvram commit

Exemplo de script de inicialização para um V3.X:

 nvram set et0macaddr=00:11:22:33:44:55

 nvram set WAPver=3

 nvram commit

Execute o script e salve como Inicialização e, em seguida, desligue e ligue. Ele deve então ser reconhecido como uma unidade WAP na guia de status.

Metodo 2

Isso funciona para todos os WAPs (para v2.0 e v3.X, use MAC e MAC+1 )

Extraia seu CFE, edite em seu endereço MAC:

et0macaddr = MAC e

il0macaddr = MAC+1. (Para V1.x … Use seu MAC-1 para o lan_hwaddr e seu MAC para o wan_hwaddr), em seguida, coloque o CFE novamente usando o utilitário HairyDairyMaid ou TJTAG. Este método é arriscado. Você pode transformar seu roteador em um tijolo. Assim que for reinstalado na unidade e o firmware carregado, sua unidade terá seus próprios endereços MAC permanentemente incorporados e serão exibidos sempre que você inicializar.

[nota] – para os V1s, procure a string de texto incorporada “hwaddr” usando seu editor hexadecimal. Isso localizará os dois endereços MAC incorporados. Novamente, devido à troca de porta, o endereço MAC da LAN precisa ser inserido como MAC-1 e wan_hwaddr precisa ser inserido como o MAC apenas para V1.X

[nota] – meu WAP 1.0 exigiu 192.168.1.1 usando tftp.exe para carregar o firmware pela primeira vez … meus V2.0 e 3.1 exigiram 192.168.1.245 usando tftp.exe para carregar o firmware pela primeira vez.

Instalação do Firmware

AVISO – Use apenas compilações Micro nas unidades WAP54G. O micro_special_generic.bin (por exemplo, 36247) foi indicado para funcionar na v1.x, mas é desconhecido na v2.0 e v3.x (que pode usar, por exemplo, 14929 ou 36247.)

WAP54G v1.X

– Possui displays de LED fixos começando com V24 RC5. – redhawk – Fabricações anteriores a 17 de dezembro de 2017 são vulneráveis ​​a WPA2 KRACK – liverpoolatnight:

PC para LAN porta no WAP

  • Configure o PC para IP ESTÁTICO como 192.168.1.2 Máscara 255.255.255.0, Gateway 192.168.1.245
  • Execute um 30/30/30 hard reset
  • Abra o navegador, URL = http://192.168.1.245
  • Faça login como: Nome de usuário / senha <em branco> / admin
  • Navegue até a guia Administração. Mudar o DD-WRT micro_special_generic.bin arquivo para xxx_generic.trx
  • Carregue o novo arquivo xxx_generic.trx para o roteador.
  • Aguarde 5 minutos depois que ele disser que foi concluído com sucesso.
  • Desconecte a unidade WAP e conecte-a novamente
  • Execute um 30/30/30 hard reset
  • Agora use a URL = http://192.168.1.1
  • Vá para a guia Administração-> Comandos
  • Insira o seguinte::

nvram show | grep boardnum

  •  Se boardnum = 2 não for retornado, digite-o e clique em Executar comandos’:

nvram set boardnum=2

nvram commit

  • Clique no botão “Executar” e depois: botão “Salvar inicialização”. – (apenas se você tiver que inserir boardnum = 2 manualmente)
  • Desligue e ligue a unidade WAP.
  • Verifique a página de status … agora deve exibir a unidade como um “Linksys WAP54G v1.x”
  • Configure como faria com qualquer outro roteador.

Power = Power, Diag = Diag or Commit

WLAN – Link LED é agora a Radio On/Off indicador, Act = Wireless Activity

LAN – Link = Link, Full/Col = Full, 100 = 100

Agradecimentos vão para Bruno por fazer esta unidade ser exibida corretamente.

WAP v2.0

Siga as etapas para o WAP v3.x abaixo, mas exclua a variável nvram para ‘WAPver=3’. As unidades v2 possuem uma placa única e já devem ser reconhecidas pelo RC5 e firmware posterior. Eko disse que nenhuma variável especial é necessária para a v2 [redhawk]

NOTA: Na minha unidade V2.0, ele tem o firmware Linksys 2.07 Original instalado … este FW não atualizaria para DD-WRT. Eu primeiro baixei o 3.04 FW mais recente do site da Linksys e atualizei para ele primeiro. Em seguida, ele aceitaria a compilação micro_generic DD-WRT (renomeada para extensão .trx) diretamente da GUI da web nas páginas Linksys.

Se você receber uma mensagem de erro dizendo “Não foi possível fazer o downgrade do firmware”, vá para http://192.168.1.245/fw-conf.asp, defina o menu suspenso “Cabeçalho DownGrade:” para desabilitar e clique em [aplicar]. Se esta configuração for executada com sucesso, você verá uma mensagem “Suas alterações foram salvas”. [ddvelzen – 18/01/08]

– Eu também incluí um DD-WRT FW atualizado devido ao KRACK vulnerável, eu mesmo tentei e testei com r35927 ver [liverpoolatnight 14/July/2018]

WAP54G v3.X

Use V24-RC5 ou posterior para a função do botão Reset

  • Conecte o PC à porta LAN no WAP
  • Configure a porta Ethernet do PC para IP: 192.168.1.2, SM: 255.255.255.0, GW: 192.168.1.245
  • Ligue o roteador e execute um hard reset 30/30/30 nele descrito acima
  • Abra seu navegador favorito (eu usei o Firefox) e vá para: http://192.168.1.245
  • Login using:
    • User: <blank>
    • Password: admin

Vá para a guia Administração e carregue o firmware MICRO.

  • Aguarde 5 minutos após ele dizer que foi concluído com sucesso.
  • Faça um 30/30/30 hard reset
  • Abra http://192.168.1.1 em seu navegador e faça login com o usuário / senha DD-WRT padrão
  • Vá para Administração-> Comandos (ou consulte a seção Telnet abaixo)
  • Digite o seguinte ‘apenas para unidades WAP v3.x’: não use em uma unidade v2.0 (com V24-RC5 e firmware posterior)

NOTA: revise a seção ALTERAÇÕES DE ENDEREÇO ​​MAC, caso o et0macaddr precise ser adicionado também

nvram set WAPver=3

nvram commit

É MUITO IMPORTANTE USAR ESTES COMANDOS EM UMA UNIDADE V.3.X OU VOCÊ PERDERÁ O BOTÃO RESET!

  • Clique em “Executar Comandos” e aguarde o retorno sem erros. Algumas compilações não lidam com os comandos adequadamente.
    • Certa vez, observou-se que também salvava na “Inicialização”, mas muitos relatam que isso redefine o nvram, além de uma redefinição que remove a inicialização de qualquer maneira.
  • Reinicie o roteador e configure.

Se você NÃO configurou o WAPver = 3 e agora está bloqueado para fora do seu roteador, tente estas instruções do Redhawk0 para fazer o seu roteador funcionar novamente e, em seguida, defina as instruções definidas acima:

  • use o programa tftp.exe …. mas use o endereço linksys padrão para atualizá-lo novamente com um arquivo micro_generic.bin.
  • use tftp em 192.168.1.245 para se comunicar com a unidade …. defina um IP estático em seu computador primeiro para 192.168.1.10
  • Siga as instruções do flash tftp no tópico peacock … mas use 1,245 para o endereço WAP.

Se a atualização do firmware em um WAP54G v3.1 apresentar uma mensagem de “atualização falhou”, execute uma reinicialização a frio 30/30/30 hardware reset e tente fazer o TFTP do micro build como acima.

Para problemas de reconexão após a atualização do firmware, a tabela arp pode estar armazenando em cache o endereço MAC antigo. Tentar:

netsh interface ip delete arpcache

Artigo de Referencia: this forum post.

IMPORTANTE: o firmware DD-WRT transformará essas unidades em roteadores NAT, semelhante a um WRT54G flash de 2 MB. No entanto, a interface sem fio e a interface Ethernet estão invertidas. O firmware considera a interface wireless a interface WAN e a interface ethernet a interface LAN. Portanto, você não pode substituir uma dessas unidades por um WRT54G normal no modo NAT. ‘Você pode usá-lo como um roteador de gateway, roteamento entre sub-redes com o NAT desligado, ou como um ponto de acesso, ou como uma ponte LAN para wireless.

  • Reverta alterando a atribuição da porta WAN.
  • Vá para Configuração -> Rede -> Configuração de porta
  • Altere a atribuição da porta WAN duas vezes: primeiro para br0 e, em seguida, altere-a novamente para vlan0.
  • Agora a ethernet é a WAN, e wireless é a LAN.

Unbrick via Pin Short

Isso não é recomendado. Se o TFTP não funcionar sem pings recebidos na inicialização, e os LEDs de energia e link estiverem presos, um curto de pino pode ser tentado para desbloquear. Faça um curto nos pinos de memória flash 15 e 16 usando o Linksys WRT54G Revival método. Testado em um WAP54G v3.1: localize a memória flash localizada na parte inferior da placa de circuito. Encurtar os pinos com um clipe de papel deve permitir pings e acesso à interface da web.

Telnet para WAPver

Use esses comandos, observando as aspas, e cada linha termina com enter:

nvram set WAPver=3

nvram rc_startup=”nvram set WAPver=3

nvram commit”

nvram commit

reboot

WAP54G v2.0 Serial Header

  • Serial: J5
  • JTAG: CONN1

Onde ficam armazenadas as conversas no WhatsApp? Entenda quando dados podem ser recuperados e perdidos

Onde ficam armazenadas as conversas no WhatsApp? Entenda quando dados podem ser recuperados e perdidos

Conforme matéria divulgada https://g1.globo.com/economia/tecnologia/blog/altieres-rohr/post/2021/04/20/onde-ficam-armazenadas-as-conversas-no-whatsapp-entenda-quando-dados-podem-ser-recuperados-e-perdidos.ghtml

Conversas do WhatsApp, áudios e imagens permanecem no telefone mesmo após a desativação da conta e devem ser removidas com uma redefinição do aparelho para garantir a privacidade

O WhatsApp é diferente de outros serviços de comunicação como Skype, Telegram, Instagram e Discord.

Nesses serviços, as conversas ficam armazenadas na “nuvem” e associadas à sua conta. No WhatsApp, somente os grupos pertencem à conta. As conversas dependem do backup, que é separado da conta.

Enquanto a proteção da conta é importante para garantir o seu acesso ao serviço, limitar o acesso ao aparelho e o backup, no caso do WhatsApp, é essencial para resguardar as suas conversas.

É importante entender que o “número do WhatsApp” e o número do seu telefone são coisas separadas. Pode parecer confuso, já que você usa o mesmo número de telefone no WhatsApp e para chamadas, mas, infelizmente, é algo que precisa ser compreendido.

Quer fazer um teste? Retire o chip do seu celular e coloque em outro aparelho. Ligue o seu telefone. Você vai continuar usando o WhatsApp no aparelho antigo pelo Wi-Fi, ou até com um chip novo e outro número, mas seu WhatsApp continuará “atendendo” no número antigo.

O WhatsApp não vai “reclamar” se o aparelho estiver com um número diferente do ativado. As mensagens que você vai receber no WhatsApp serão as enviadas para o número antigo.

Você só vai perder o acesso se o WhatsApp for registrado com aquele número em outro aparelho, porque o WhatsApp não aceita estar instalado em dois celulares com o mesmo número. A nova ativação fará com que o antigo seja desconectado.

Também é preciso entender que o WhatsApp armazena as conversas no aparelho. Não tem a ver com o número, porque as conversas estão todas no próprio smartphone. Você tem a opção de salvar um backup na nuvem, mas isso é só uma cópia das informações locais.

Então, fazer portabilidade ou qualquer mudança no chip não vai apagar ou retirar o acesso pleno às suas conversas.

Se as mensagens estão sempre armazenadas localmente no celular e há um backup opcional em nuvem, temos as seguintes conclusões:

  • Instalar outro chip (trocar de número) não remove suas conversas do WhatsApp. As mensagens ficam armazenadas no aparelho.
  • Ativar o seu número no WhatsApp em outro aparelho não remove as mensagens do aparelho antigo, porque elas estão armazenadas localmente naquele aparelho.
  • Trocar de celular (seja com o mesmo chip ou outro chip com o mesmo número) não vai recuperar as mensagens do telefone antigo. É obrigatório realizar o backup (para Google Drive, no Android, ou iCloud, no iPhone) e restaurar esse backup.
  • Trocar de chip (mas não de celular) não vai apagar suas mensagens, porque elas continuam armazenadas no seu aparelho. Você pode utilizar a opção “Trocar de número” do WhatsApp para migrar sua conta e reativar o WhatsApp em um novo número
  • Migrar de celular de um aparelho Android para iPhone ou vice-versa e manter suas conversas no WhatsApp pode ser um desafio, porque o backup não estará disponível em nuvem (o backup do Android fica no Google Drive, mas o WhatsApp do iOS vai procurá-lo no iCloud). Caso o acesso a mensagens em vários sistemas seja desejável, o blog recomenda usar um app de conversas com armazenamento em nuvem dedicada, como Messenger, Telegram, Discord, Skype ou Instagram. Lembre-se, porém, de proteger a sua conta (usuário e senha) para evitar qualquer acesso indevido.
  • Não é possível ‘apagar mensagens’ em um celular antigo a partir do WhatsApp ativado em um celular novo porque o WhatsApp salva as conversas apenas no próprio aparelho e não é possível que o WhatsApp esteja ativado com o mesmo número em dois aparelhos ao mesmo tempo.

Se você não deseja perder suas mensagens do WhatsApp, é obrigatório usar o backup das conversas e a opção “Trocar de número” sempre que você comprar um chip com um número diferente.

Sem isso, o backup pode ficar inacessível e as mensagens antigas serão perdidas.

Por outro lado, celulares antigos devem ser redefinidos para os para os padrões de fábrica (também chamado de limpeza de dados ou restauração de sistema) para apagar todos os apps e dados. Apenas isso vai ajudar a manter suas conversas antigas sob sigilo.

Se você não usar a opção 'Mudar número' do WhatsApp após trocar de chip, aplicativo continuará ativado com o número antigo. — Foto: Reprodução
e você não usar a opção ‘Mudar número’ do WhatsApp após trocar de chip, aplicativo continuará ativado com o número antigo. — Foto: Print Compuword

Dar, vender ou ceder um aparelho usado sem realizar uma limpeza de dados com a redefinição de sistema pode permitir que o novo dono do aparelho recupere dados antigos, sejam eles fotos, mensagens ou até áudios do WhatsApp.

Lembre-se também do seguinte: mesmo que alguma informação não esteja disponível (porque o WhatsApp foi desinstalado, por exemplo), isso não significa que os dados desapareceram do smartphone. Muitos arquivos podem ser recuperados ou lidos com ferramentas específicas.

A redefinição de sistema é sua única ferramenta confiável para tentar evitar que dados sejam recuperados do smartphone.